Ao entender a importância dos stakeholders, Marco Elisio CEO da Batista em parceria com o projeto Turismo Rifaina, liderado por Ernani Baraldi, planejaram este 1º Encontro para compreenderem melhor o campo de atuação de cada um dos convidados envolvidos. Assim, foi possível construir um painel de idéias neste espaço de convergência. Os idealizadores enfatizaram a importância de um turismo microrregional unificado e, a valorização e apoio aos projetos voltados para fomento do turismo com bases sustentáveis na microrregião. Assim, com Pedregulho, Rifaina e Sacramento um formata-se um forte destino turístico.

Empreendedores, artistas e produtores estiveram na Fazenda Boa Sorte, onde situa-se o alambique de uma das cachaças mais premiadas no Brasil, a Cachaça Batista. Após um tour por todo alambique, os convidado reuniram para discutir idéias que poderão, a partir de agora, fazer parte de um case de inovação para a região.

Além da reunião, Baraldi guiou os diretores da Batista – e de outras empresas interessadas em atividades na região – em uma imersão contemplativa, histórico-cultural, de aventura e em especial, de muita natureza exuberante.

Dentre as idéias do painel, as que se destacam é a implantação de uma rota de corrida de aventura, utilizando-se, de forma turisticamente sustentável, o entorno do Parque Jaguara, UHE Jaguara – Engie e Cachaça Batista. Além de mapeamento do Ribeirão Jaguarinha para a prática de boia-cross, aqua-ride e canyoning. Entre outras atividades, Festivais de Cultural, galeria de arte, trilhas dissertativas e imersiva na fauna e flora local além de cerimoniais, b-days e etc.

Os organizadores pretendem realizar outros encontros. “Este primeiro foi uma experiência incrível pra gente, muita gente pensando coisas de vanguarda que poderão ser um grande legado pra nossa região” completa Baraldi.

Marco Elisio, CEO da Batista já quer colocar em prática, ainda este ano, o mapeamento de trilhas dentro da Fazenda Boa Sorte para a prática do BirdWatch (observação de pássaros).  “Este é um projeto que pra nós já esta aprovado, vamos começar a botar a mão na massa” completa. O turismo de observação de aves no Brasil vem crescendo significativamente e atrair este público será importante, tanto para a microrregião, quanto mesmo para a cidades circuvizinhas do Parque Nacional da Serra da Canatra.

WhatsApp chat